• Driele Quinhoneiro

Conexão com o ciclo menstrual: por onde começar?

Comece por naturalizar a bagunça e a confusão, já que a chance dela surgiu é grande à medida que abrimos as caixinhas sobre sangue menstrual, crenças, cólicas, ciclos, visão sobre o que é ser mulher, absorventes descartáveis, coletor menstrual, TPM, pobreza menstrual, privilégios e outros.

Já se deu conta como não treinamos a habilidade de "não saber"? Pode ser um bom momento para se familiarizar com isso.

Junto a isso, convide a habilidade de se abrir e se fechar. Em alguns momentos vai parecer que é demais e você precisa de uma pausa, se dê esse momento e com autocuidado pare de cavar por um instante, até que você note o pedido de abertura novamente. Alguns temas e caixinhas podemos nos levar a exaustão, raiva, frustração, desânimo e precisamos de um momento para acolher as sensações do corpo e as emoções. E a atenção para isso pode trazer o equilíbrio -

Conectamos com a dor do que fizeram conosco mulheres e o que nós fazemos com outras mulheres. Adicionando o olhar para as raízes e a terra como uma forma de fazer contato com a potência estrondosa que é sangrar, que é se reconhecer como mulher, que é ter o potencial de conexão com a natureza.


Partindo de Mindfulness podemos começar pelas perguntas:


1. Quais são as fases do ciclo menstrual?

Podemos dividi-lo em quatro fases: a fase da menstruação, a fase proliferava, a fase ovulatória e a fase secretiva (ou pré-menstrual). Leia mais sobre: http://ginecologianatural.com.br/entendendo-o-ciclo-menstrual/


2. O que há de novo sobre meu ciclo menstrual? E para descobrir isso, podemos começar a fazer com frequência um check-in em nós mesmas. Segue um link de uma prática para aprende como fazer isso:

https://insig.ht/0tOCfmXbhhb?utm_source=copy_link&utm_medium=live_stream_share


3. Como eu me sinto em cada fase do ciclo menstrual?


4. Existe padrões de pensamentos associados as fases do ciclo menstrual?


5. Existem sensações do corpo associadas as fases do ciclo menstrual?


Será que as oscilações durante o mês são caóticas ou apenas existe dança desconhecida por você? Muitas vezes viver no piloto automático ajuda com que você não note e consequentemente não cuide da forma mais habilidosa dessa relação.

6. Note qual linguagem você utiliza para descrever o ciclo menstrual. Converse com amigas e familiares, note como os homens mais próximos reagem à essa conversa.


7. Com a ajuda de mandalas lunares você pode começar a se aproximar ainda mais da sua natureza cíclica. Você pode adquirir gratuitamente na internet, segue uma das opções - https://www.mandalalunar.com.br/lunacoes/


8. Pratique Mindfulness para que você possa aprender a observar os padrões do ciclo menstrual, sem ficar presar ou elaborar um conjunto de regras rígidas sobre você mesma.


9. Se for confortável para você relembre como foi a primeira vez que você menstruou?


10. E a partir desse espaço rico começamos a nos relacionar conscientemente com essa parte importante de nossas vidas.


Vamos juntas?


A intenção desse texto é abrir espaço para conversamos sobre isso. Deixe aqui seu comentário, compartilhe com amigas que você acredita que se beneficiaria dessa conversa.


Com Carinho, Driele.

49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo