O que é Mindful Eating?

Atualizado: 18 de jan.

O primeiro passo para entender o que é Mindful Eating é trazer para nossa língua nativa. Em português traduzimos como: comer consciente, comer com atenção plena, alimentação consciente ou ainda comer compassivo.

O comer consciente é uma habilidade que ao ser treinada nos ajuda a curar o relacionamento com a comida e com o corpo. Permitindo que esses relacionamentos ocupem um lugar importante na nossa vida, mas não seja o foco principal desde a hora que acordamos até irmos dormir.

E afinal, o que significa o Mindful Eating no dia a dia?

Para responder essa pergunta sintetizo aqui mais de 6 anos de experiência pessoal e profissional como Mindful Eating.

#1

Talvez seja a primeira vez que você escuta isso: O CERNE PRINCIPAL DO NOSSO SOFRIMENTO COM A COMIDA É FAZER DIETA. Já temos dados científicos o suficiente que nos mostram que as dietas não funcionam a longo prazo e que são extremamente prejudiciais ao bem-estar do corpo e do cérebro.


Por isso, o primeiro treino no dia a dia é ser capaz de nomear os pensamentos referentes a cultura da dieta.


Cultura da dieta é um conjunto de pensamentos e comportamentos que levam as pessoas a perseguirem o emagrecimento a vida toda, a sentirem culpa ao comer alimentos que gostam e a viveram uma luta com a comida.


Exemplo: você está na academia e escuta uma pessoa dizendo “Esse final de semana enfiei o pé na jaca e hoje preciso correr atrás do prejuízo”. Ao escutar isso você se torna capaz de dizer a si mesma “Isso é cultura da dieta”. Outro ponto essencial e talvez seja ainda mais inicial é treinar a você mesma para etiquetar seus próprios pensamentos de dieta. Eles estão em quase todos os lugares. Ao abrir a geladeira você pensa “pode”, “não pode”, “deveria” ,“não deveria”, os pensamentos de negociação estão inclusos como: “Já que sexta tem rodízio de pizza, essa semana só posso comer salada e carne no almoço”.


E por que identificar esses pensamentos é importante? Porque geralmente os pensamentos de dieta nos levam a comer demais!


O que acontece quando você pensa que não pode comer chocolate?

A resposta para essa pergunta pode mostrar que você vem sofrendo o impacta das dietas há muito tempo.

#2

Enquanto percebe os pensamentos da cultura da dieta você também começa a treinar a si mesma a comer para nutrir e cuidar. O que isso quer dizer no dia a dia?

Você acorda e começa a se interessar pelo seu corpo.


E aí estômago estamos com fome? Quanto de fome?

Você vai para cozinha abre a geladeira e olha o que tem disponível, e se pergunta o que seria gostoso e nutritivo naquele momento e o que cairia bem.


No início pode ser que você escute um silêncio e não faça ideia da fome ou do que cairia bem (agora mesmo você pode estar pensando que saber isso é impossível). Gostaria que soubesse que pouco a pouco o estômago e o corpo começam a responder.


Escuto bastante isso no consultório: “Quando ouvia a frase o que seu corpo quer comer não fazia ideia do que isso queria dizer e achava que nunca seria capaz de perceber, mas a prática me mostrou que isso é algo natural e com o treino fica mais fácil”

#3

Então você começa a ficar mais atenta na hora do almoço ao desacelerar um pouco e interagir de fato com sua comida. Não como algo forçado, ao desacelerar (não precisa ser super devagar) você é capaz de sentir o gosto da comida e isso impacta aumentando muito o prazer ao comer. E é aí que começa algo muito curioso: a investigação de qual gosto tem a comida que você geralmente come. O foco aqui é na experiência que acontece dentro da boca.


Perguntas que ajudam:

Quais sabores eu realmente gosto?

Quais texturas eu gosto?

Esse é um passo chocante. Porque descobrimos muitas coisas!

#4

Juntando o três passos anteriores: você começa a perceber os pensamentos da cultura da dieta, conectar com o corpo e notar a festa que acontece na boca e isso acaba impactando, por exemplo, na sua compra de alimentos.


As percepções abaixo irão trazer ideias para mudanças na lista de compra e no planejamento das refeições, adequando a sua relação com a comida em uma medida que é certa para você:

  • Quando almoço já fico com fome logo, parece que está faltando algo

  • Essas frutas que eu compro não tem gosto de nada. Quero comer frutas saborosas

  • Gostaria de comer algo quente no café da manhã

  • Estou acostumada a tomar café preto no meio da tarde, mas tenho notado que isso não me faz bem!

  • Preciso comprar algo que dê sustância a tarde, tenho chegado para o jantar morta de fome!

  • Não aguento mais comer as mesmas coisas

  • Nem me lembro a última vez que me senti realmente satisfeita e feliz depois de comer. Preciso comer uma comida gostosa e que me faça bem

Mindful Eating no dia a dia é uma investigação. Treinamos a nós mesmas a trazer o corpo para as decisões alimentares, treinamos a nós mesma a ter permissão para saborear a comida. Treinamos a nós mesmas a testar e reconhecer quais comidas são saborosas e fazem o nosso corpo se sentir bem.

Se isso fez sentido para você e gostaria de ter suporte para lidar com a cultura da dieta e comer consciente. Coloco-me aqui à disposição.


Com Carinho. Driele Quinhoneiro - Professora de Mindful Eating.

173 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo